menu close menu

Perguntas Frequentes (F.A.Q.s)

Tema: Circuito

1) Mas só 30 minutos são suficientes?

30 minutos de atividade física diária ou pelo menos por 3x na semana (conforme recomenda OMS) são suficientes para melhorar nosso condicionamento físico, nossa força e percentual de massa magra, assim como nosso percentual de gordura. Ou seja, é possível emagrecer e também aumentar nossa massa muscular com 30 min de exercício físico desde que essa atividade seja INTENSA. Para isso, precisamos trabalhar no limite de nossa resistência (tanto nas estações móveis quanto nos próprios aparelhos; no que diz respeito às cargas que utilizamos).

thumb-pagina-servico-faqs

 

2) Como vou emagrecer se tem exercícios localizados no circuito?

O fato do circuito ser realizado sem intervalos, mesmo que também possua exercícios localizados, caracteriza uma atividade aeróbica, ou seja, onde há grande consumo de oxigênio e gasto calórico. Por isso, mesmo que o circuito só tivesse exercícios localizados, ainda assim seria eficiente para o emagrecimento. Também é importante lembrar que quanto mais massa magra tivermos no corpo, mais acelerado será nosso metabolismo. Portanto, a musculação aliada à hipertrofia, também auxilia no processo de emagrecimento.

3) Em quanto tempo conseguirei perceber os resultados?

Os resultados são perceptíveis desde o primeiro momento, principalmente quando relacionados à melhoria do seu bem estar diário; qualidade de sono; e diminuição em dores no corpo, porém sua alimentação; frequência e persistência no treino terão influência direta sobre esse e outros resultados.

4) E se eu não conseguir realizar algum exercício?

O circuito é montado a partir do pressuposto que algumas pessoas podem não conseguir realizar determinados exercícios, por isso há durante todo o circuito o sistema de progressão de dificuldade do exercício, que funciona como um educativo. Além do acompanhamento personalizado por nossas professoras, queremos que as alunas aprendam os exercícios com segurança e excelência de movimento.

5) É possível hipertrofiar com o circuito?

Para hipertrofiar, precisamos trabalhar com o que chamamos de CARGA MÁXIMA. Ou seja, o máximo de peso que você aguenta para realizar X repetições. Para hipertrofia, a literatura sugere algo entre 8 e 12 repetições, mas não mais que 15. Então, se durante os 45 segundos de cada estação você conseguir realizar aproximadamente 12 repetições MÁXIMAS (ou seja, você não conseguiria realizar a 13ª nem a 14ª de forma correta, completa e tranquila), você está trabalhando dentro de um princípio de hipertrofia.

6) Se eu pegar muito pesado nos exercícios de braço vou ficar com o tronco largo ou os braços muito “grandes”?

NÃO se você também realizar todo o resto do circuito e, também os exercícios aeróbicos, de modo correto. Ou seja, no limite de sua capacidade – em alta intensidade – Assim, você estará favorecendo não só o ganho de massa muscular, mas também, a perda de massa gorda (emagrecimento); o que promoverá alterações na sua composição corporal e também em sua estrutura física “externa”, modificando a aparência de seu corpo. Logo, se você tem braços “grandes”, “gordinhos”, eles não ficarão maiores. Eles podem até ficarem iguais ou menores, mas sob a condição de se tornarem membros com mais massa muscular e com menos gordura.

7) É verdade que quando começamos a malhar precisamos tomar algum suplemento?

Não. Não é verdade. Os suplementos hoje em dia estão muito popularizados e isso gera um pensamento errado na maior parte da população. Parece que a atividade física está diretamente associada a uma obrigatoriedade de ingeri-los. Normalmente os suplementos são indicados para atletas ou para pessoas que possuam alguma necessidade especial, o que NÃO se aplica à maioria da população. Por isso, antes de pensar em utilizar algum suplemento, procure algum nutricionista, porque só eles podem PRESCREVER esse tipo de substância.

8) Eu preciso malhar todos os dias?

Quanto mais vezes na semana você puder fazer o circuito, melhor! Assim, estará contribuindo para um gasto calórico maior. Entretanto, se tiver que escolher ou não puder ir à academia todos os dias, tente se organizar para manter uma freqüência de pelo menos 3x na semana. Menos do que isso te fará progredir muito lentamente, o que poderá gerar em você um certo desestímulo.

9) Mas o treino  não fica monótono, ou repetitivo?

Não. Os exercícios do circuito são modificados  a cada semana, sendo que durante três semanas, são focados os mesmo grupos musculares, porém com exercícios diferentes, aumentando o grau de intensidade e ou dificuldade do exercício ao decorrer dessas 3 semanas. Dando assim, estímulos diferentes ao músculo e ao seu treinamento.

Tema: alongamento

1) Eu preciso alongar para evitar lesões com o treino de musculação?

Não existe comprovação científica, de forma consensual, que indique que o alongamento deva ser realizado antes e depois, ou só antes ou só depois, nem de que ele evita o acontecimento de lesões musculares. O que ocorre é que muitas pessoas se sentem menos doloridas no dia seguinte quando alongam. Entretanto, o alongamento quando direcionado para o aumento da flexibilidade (ou seja, quando os exercícios são feitos no limite de seu arco de movimento com sustentação mínima de 30 segundos na posição), contribui para o aumento da força muscular, uma vez que quanto mais alongado for o músculo, maior a força que o indivíduo deverá realizar durante os movimentos e, consequentemente, maior a força muscular que ele adquirirá.

Tema: avaliação física

1) Qual a importância de eu fazer avaliação física?

A 1ª avaliação física é essencial porque ela é realizada pouco tempo após sua matrícula na academia. A função dela é fazer uma espécie de “mapeamento” de como você chegou à academia e, diante disso, estabelecer metas/objetivos. A função das reavaliações é justamente verificar seus avanços e comparar com a avaliação anterior a fim de observar se suas metas iniciais foram atingidas. Se elas não foram, uma modificação no seu treino será necessária, contudo, isso só poderá ser observado diante dos resultados da avaliação física! Por isso, procure sua professora e esteja sempre em dia com suas avaliações. Possíveis ajustes no seu treino dependem disso e também, a verificação de seus avanços e conquistas (muitas vezes não perceptíveis só subindo na balança).

Tema: Pilates

1) Pilates emagrece?

Embora o  Pilates não seja um treinamento aeróbio, ele  auxilia no ganho de massa muscular magra, o que potencializa a queima calórica, além de tonificar a musculatura.  Portanto a prática do Pilates a depender do nível de esforço, objeto e tipos de exercícios emagrece, sim.

2) Quantas vezes por semana é o ideal para a pratica do Pilates?

Os especialistas indicam, no mínimo 2 vezes por semana, para que o corpo possa se condicionar aos movimentos.  Mas ele pode ser praticado até 5 vezes por semana, sempre  com a orientação de um profissional capacitado  a prescrever um treinamento individualizado e direcionado ao seu objetivo.

3) O Pilates vai melhorar a minha postura e dores no corpo?

Sim.  Muitas vezes as dores no corpo, são causadas pela má postura, falta de flexibilidade e força muscular.  E o principal foco do Pilates é justamente a correção postural, que somado ao ganho de força e flexibilidade implicam em uma boa postura.

4) Tenho hérnia de disco, posso fazer Pilates?

Sim, é possível fazer aulas de Pilates tendo hérnia de disco. O Pilates é um método onde além de se preocupar o tempo todo com a postura correta você deve passar por uma avaliação onde serão descritos exercícios contra indicados e exercícios onde devem ser incluídos na aula para melhora da patologia e dor, a aula de Pilates pode ser adaptada para as limitações de cada indivíduo.

5) Qual a diferença de Pilates e musculação?

O Pilates, ao contrário da musculação, não trabalha com pesos. As resistências são feitas com molas ou o peso do próprio corpo. Outra diferença é que na musculação os movimentos e os exercícios são mais rápidos que o do Pilates, que, por outro lado, trabalha com poucas repetições, várias séries do mesmo exercício e mais controle dos movimentos. Por isso se ganha tonificação muscular com o Pilates, mas sem grandes hipertrofias como acontece na musculação.

6) Pilates me deixa mais disposto?

O Pilates trabalha corpo e mente, com ênfase na respiração e consciência corporal, promovendo assim, o bem estar físico e mental.

Conheça nossos serviços

Agende uma aula experimental grátis

Depoimento de clientes